Set. 22

Porque é que a minha empresa deve estar no LinkedIn e como construir uma página de sucesso

  

 

Se achavas que a discussão “estar ou não presente nas redes sociais” era coisa do século passado, desengana-te. Na verdade, ainda existem negócios que, por diferentes motivos, não acreditam no poder das plataformas – estando, por isso, a perder várias oportunidades no digital. Por outro lado, existem negócios que reconhecem o seu potencial, mas que não estão a trabalhar as suas páginas da melhor forma e que, consequentemente, não atingem os resultados que gostariam.

No artigo de hoje, vamos focarmo-nos no LinkedIn, explicar porque é que a tua empresa deve estar no LinkedIn e dar algumas guidelines que te vão ajudar a construir uma página de sucesso.

 

First things first: afinal, porque é que a minha empresa deve estar no LinkedIn?

 

  1. 1— Pouco importa se tens um pequeno, médio ou grande negócio, o LinkedIn é uma excelente ferramenta para comunicares informações que podem não estar presentes no teu website;

 

  1. 2— Além disso, é um espaço onde se pode relembrar – ou até mesmo dar a conhecer – vários aspetos organizacionais, tais como a missão, visão, objetivos, responsabilidade social, entre outros;

 

  1. 3— No LinkedIn, podes, também, partilhar projetos desenvolvidos pela empresa. Mostrar o portefólio e os parceiros com quem trabalhas não só permite alcançar um público maior, como dar a conhecer os produtos/serviços da empresa, aumentar a sua visibilidade e abrir, quem sabe, portas para futuros negócios;

 

  1. 4— Estar no LinkedIn também te ajuda a posicionar o nome da empresa no Google. Pensa connosco: se um candidato estiver a candidatar-se a uma vaga na tua empresa, a probabilidade de pesquisar pelo negócio no motor de busca é altíssima. Sabemos, também, que aparecer na primeira página do Google não é um trabalho fácil, nem tão pouco acontece da noite para o dia, mas o LinkedIn é uma ferramenta poderosa de networking e o Google, ao sabê-lo, vai facilitar a tarefa. As hipóteses de apareceres nas primeiras páginas é alta, mas para isso vais ter de trabalhar o SEO da página;

 

  1. 5— É o lugar certo para quem quer trabalhar employer branding;

 

  1. 6— O LinkedIn também permite que os colaborares da empresa sejam reconhecidos como tal. Podem, inclusive, partilhar opiniões/informações sobre projetos em que estão envolvidos. Isto é excelente porque te dá uma mãozinha na parte do employer branding, como também te ajuda a aumentar a visibilidade da empresa que, por sua vez, constrói brand awareness;

 

  1. 7— Possibilita a partilha de ofertas de emprego e agiliza bastante o processo de seleção. Além disso, na ótica do candidato, permite-lhe obter logo várias informações sobre a empresa, tais como: quem serão os seus possíveis colegas de trabalho, que projetos já foram desenvolvidos, que tipo de cultura tem a empresa, entre outros.

 

Agora que conheces algumas mais-valias da presença de uma empresa no LinkedIn, está na altura de te dar as prometidas dicas para construíres uma página de LinkedIn de sucesso:

 

  1. Foto de capa e perfil
  2. Pode parecer óbvio, mas é comum ver empresas sem imagem de perfil e/ou capa. Mas porque é que isto é importante? Bem, estas são as primeiras coisas que o utilizador vê quando visita a tua página – e todos sabemos que as primeiras impressões importam, certo?;

  1. Preenche todas as informações sobre a tua empresa
  2. Visão geral, site, setor, tamanho da empresa, localização, tipo de empresa, data de fundação e especializações. Não deixes nada por preencher. (Sabias que páginas com todas as informações completas obtém 30% mais visualizações semanais? Quem o diz é o próprio LinkedIn);

  1. O que publicar?
  2. Bem, antes de mergulhares de cabeça na criação de conteúdo, é imprescindível definires o objetivo da página. Queres angariar leads? Gerar brand awareness? Define o teu objetivo, constrói a tua estratégia de comunicação e, só depois, começa a planear o teu editorial de publicações;

 

  1. Capacita e motiva os colaboradores a seguir e a partilhar os conteúdos, mas incentiva-os a participar neles também
  2. Trabalhar em equipa é importante para alcançar o sucesso e, quando se trata do digital, a lógica é a mesma. Por esta razão, a tua estratégia de LinkedIn deve capacitar e motivar os colaboradores a partilhar o conteúdo, mas também incluí-los na comunicação. Incentiva-os a participar, a partilhar a sua opinião e a terem uma voz ativa;

  1. Está a par dos teus Analytics
  2. A plataforma disponibiliza uma barra de analytics que dá insights sobre a performance da página, tais como: que conteúdos geraram mais interação, o número de impressões, o número de visitas à página e o número de seguidores. Estar a par dos resultados é importante, já que te ajuda a tirar conclusões. É com estes dados que vais conseguir aprender mais sobre como gerir melhor a página de LinkedIn.

 

Se precisas de ajuda a criar e/ou a gerir a tua página de LinkedIn, fala connosco! Podemos ajudar-te.

Classifique este item
(0 votos)

ARTIGOS RELACIONADOS