Mar. 10

Vamos falar de Branding!

 

Se não sabes exatamente o que é o branding não te preocupes! É um conceito um pouco vago e, se calhar, um pouco confuso, mas nós estamos aqui para ajudar. Se a explicação fosse simples não haveria tanta ambiguidade em torno deste conceito.

Na verdade, o branding costuma ser reduzido apenas à sua componente estética, a identidade visual. Mas, e numa definição simplificada, estamos a falar de uma prática de marketing que dá forma a uma marca, embora seja mais complexo que isso. Para perceber verdadeiramente de branding é necessário ter conhecimentos de empreendedorismo, marketing e até de relacionamentos humanos.

branding não consiste apenas em ações de marketing com o objetivo de melhorar a exposição da marca no mercado, é uma gestão das estratégias de uma empresa que envolve ações relacionadas com o seu propósito, valores, identidade e posicionamento, e essas ações têm como objetivo tornar a empresa mais forte e mais presente no mercado, sendo reconhecida pelo público, admirada e desejada por aquilo que oferece. 

O que é o Branding?

Vamos então aprofundar melhor este conceito desconstruindo um pouco a palavra. Branding ou brand management refere-se à gestão da marca (brand) de uma empresa, como sendo o seu nome (naming), as imagens ou ideias associadas a essa empresa, incluindo slogans, símbolos, ícones, logótipos e outros elementos de identidade corporativa que a representam.

O objetivo principal do branding é criar uma conexão com o público de forma a tornar os produtos / serviços memoráveis e isto é conseguido através da combinação de vários elementos como o logótipo, o design, os objetivos, de forma consistente em toda a comunicação da empresa. Isto significa que os consumidores esperam o mesmo tom de “voz” tanto no website, como no e-mail, ou mesmo no serviço ao cliente.

Para além disso, o branding tem igualmente o objetivo de aumentar a brand equity que consiste em aumentar o valor monetário da marca, sendo esta considerada como um ativo da empresa e, por isso, aumentando assim o valor da própria empresa. Isto é desenvolvido por especialistas em publicidade, design gráfico ou agências especializadas em comunicação e marketing, que procuram desenvolver as marcas de forma a alinhá-las com os objetivos da empresa e com o público-alvo a atingir.

A construção de uma marca apelativa é o resultado de uma conexão eficaz com o público-alvo e a marca passa a valer mais do que o próprio produto.

Portanto, e como já vimos anteriormente, branding é um conjunto de ações estratégicas alinhadas ao objetivo e valores de uma marca. Esta, por sua vez, é um conjunto de perceções que as pessoas têm de uma empresa, por isso, através do branding, podemos definir o tom e a personalidade dessa marca.

  

Porque é importante o Branding?

  • Constrói reconhecimento da marca

Se queres ter uma marca de sucesso tens que ser reconhecível e o branding adequado pode ajudar a descobrir um estilo distinto e aumentar o reconhecimento da marca no mercado. O logótipo, por exemplo, é um dos elementos mais importantes porque é a primeira impressão que o consumidor tem da empresa. 

  • Cria confiança no mercado

Uma aparência profissional e uma marca bem estruturada ajudam a empresa a criar confiança junto dos consumidores. Um bom branding transmite aos consumidores a ideia de ser uma marca especialista no setor em que atua e faz com que o público sinta que pode confiar na empresa, produtos ou serviços.

  • Cria uma experiência consistente

Para o negócio prosperar é necessário providenciar uma experiência consistente aos clientes, independentemente da forma como essa interação é feita, seja através do website, através das redes sociais ou no contacto presencial. O branding irá permitir controlar a forma como a marca é percecionada e experienciada pelo consumidor.

  • Gera mais clientes

As marcas mais bem-sucedidos conseguem ter ligações emocionais com o seu público e são essas ligações que tornam um consumidor num entusiasta ou embaixador da marca. Quando existe uma impressão positiva da empresa entre os consumidores é provável que consiga mais vendas por causa da confiança que é criada na marca. Uma vez que esta esteja estabelecida, o passa-palavra é uma das técnicas mais eficazes de publicidade.  

O branding pode mudar a perceção de uma marca, pode gerar novos negócios e aumentar o valor da empresa, mas também pode fazer o oposto se não for bem feito ou não for feito de todo. A reputação cresce quer seja feita alguma coisa ou não, e o resultado pode ser bom ou mau. A compreensão e o uso do branding faz com que seja possível haver algum controlo sobre essa reputação, por isso, é sempre recomendável considerar o branding desde a criação do negócio.

Ao contrário do que se pensa, o branding não é uma estratégia de marketing dispendiosa usada apenas por grandes marcas. Este envolve uma mistura consistente de competências e atividades que podem variar muito de valores. Uma empresa grande com um leque variado de produtos é simplesmente um pouco mais desafiante do que um negócio local. 

Sentes-te perdido?

Simplificando tudo, um produto é o que se vende, uma marca é a imagem percecionada do produto vendido e o branding é a estratégia que envolveu a criação dessa imagem. É o que transforma os primeiros compradores numa base de clientes fidelizados. Por isso é que o branding é importante para uma empresa, não só vai deixar uma impressão memorável nos consumidores como vai mostrar o que podem esperar da empresa. Isto também se aplica aos colaboradores, como explicámos no artigo sobre “Employer Branding”. 

O branding é a fundação onde é construída a reputação e lealdade do consumidor, sendo o marketing um processo que traz leads e vendas. Mas o mercado já começou a perceber que esses resultados não são criados da noite para o dia, mas sim através de uma estratégia coerente. Regra geral, os produtos têm tempo limitado, mas as marcas, se forem bem geridas, duram para sempre. Este é um esforço que deve ser permanente e cujos efeitos aparecem a médio e longo prazo.

A explosão das redes sociais trouxe uma transição da propagação das informações dos meios de comunicação convencionais diretamente para os consumidores. O branding em loja física pode ser bastante diferente do online. Numa loja física há uma preocupação com o posicionamento dos produtos e com os adereços que podem a forma como o consumidor experiencia a tua marca. É uma experiência mais imersiva porque as pessoas podem caminhar e pegar nos produtos, enquanto numa loja online a experiência é toda em duas dimensões.

Se te sentires perdido no processo lembra-te que há ajudas que podes procurar. Quando tiveres estabelecido uma ideia da tua marca podes contactar-nos para ajudar a dar vida à tua visão, nós certificamo-nos de que é criada uma marca consistente para que os clientes se fascinem com a tua presença omnichannel! Para perceberes se a tua empresa precisa de um rebranding, convidamos-te a ler este artigo d’O Raio do Blog “A sua empresa necessita de um rebranding?” 

 

Este artigo foi útil? Deixa o teu gosto

 

Classifique este item
(0 votos)

ARTIGOS RELACIONADOS